Libras

Notícias

Ajuda para quem precisa

Pela segunda vez, Flamengo distribui cartão alimentação e máscaras para ambulantes que trabalham no Maracanã

Por - em

Divulgação: Marcelo Cortes/Flamengo

Nesta quinta-feira (21), o Flamengo, em parceria com o SOS Favela/Viva Rio, deu prosseguimento à campanha Nação Solidária e realizou uma nova distribuição de cartões de alimentação e máscaras de proteção individual para os trabalhadores informais que atuam no Maracanã. Os ambulantes, impactados com a suspensão de jogos no estádio, devido à pandemia do novo coronavírus, também receberam pacotes de amendoim Mendorato, patrocinador oficial do clube.

No segundo dia de entregas, cerca de 250 ambulantes receberam o auxílio no valor de R$55 e máscaras de proteção confeccionadas com referências ao ídolo Zico. O atendimento aos trabalhadores foi realizado, no estádio, das 9h às 15h.

“É um momento muito difícil que estamos vivendo, não só para mim, mas também para vários ambulantes que trabalham no Maracanã. Muitos trabalhadores informais dependem que tenham jogos no estádio para tirar o sustento de suas famílias. Essa ajuda que o Flamengo está oferecendo é muito boa e, de certa forma, ajuda a comprar algumas coisas que estão faltando em casa. Agradeço ao clube por estar nos disponibilizando essa ajuda”, declarou Fernando Azevedo, ambulante do Maracanã.

Supervisor dos ambulantes, Fábio Lima agradeceu e disse que a ajuda chega em boa hora. “É complicado, porque, querendo ou não, era nas partidas que a gente tirava a nossa renda. Com essa pandemia, ficou muito difícil. Essa iniciativa vai nos ajudar muito. Agora é torcer para que as coisas possam melhorar”, afirmou o supervisor.

Desde abril, a campanha ‘Nação Solidária’, com apoio do SOS Favela/Viva Rio, já beneficiou mais de 2 mil famílias em comunidades carentes do Rio de Janeiro. Agora, numa segunda fase, a iniciativa busca amenizar a situação dos trabalhadores informais do Maracanã, que estão sem renda por conta da paralisação das partidas de futebol no local.