Libras

Notícias

ONG Recriando Raízes visita a Gávea pelo programa Visita RJ

Crianças fazem tour pelo clube e conhecem a história do Mais Querido

Por - em


Por sua grandeza e relevância cultural, o Clube de Regatas do Flamengo possui um papel importantíssimo na transformação da sociedade. Nesta quarta-feira (29), através de uma ação do departamento de Patrimônio Histórico, as crianças da ONG Recriando Raízes, de Costa Barros, visitaram a sede social e viveram momentos inesquecíveis. O passeio faz parte do programa Visita RJ, do Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude.

Josiane Xavier, a Tia Jô, representante da Secretaria, falou sobre o trabalho que vem sendo feito por parte do governo e a emoção das crianças em conhecer o clube. 

"Estamos pegando as crianças das comunidades, ONGs, e levando para conhecer os espaços do governo e seus parceiros. Hoje elas já conheceram o Maracanã e, logo após, trouxemos para a Gávea. A iniciativa é feita para que elas possam resgatar as esperanças e verem que têm oportunidades. Com esse trabalho, ressocializamos e cuidamos delas para que não fiquem em caminhos vazios e soltos nas comunidades", disse Tia Jô. "Elas estão encantadas. São crianças de 13, 14 anos, que ficaram apaixonadas com a oportunidade. São meninos e meninas que choram de alegria aqui no passeio e hoje, quando chegarem em casa, não vão conseguir dormir. Conversei com eles e ainda pensam que é um sonho conhecerem um clube como o Flamengo", finalizou. 


"O Flamengo, através do Patrimônio Histórico, vem fazendo um movimento de visitas e trazendo grupos para conhecer a história do clube. É uma forma de manter a cultura rubro-negra, conhecendo as dependências da sede. Além de ensinar ainda mais sobre o clube, também explicamos os esportes, o que faz com que as crianças conheçam outras perspectivas sobre o Flamengo, vendo que o clube possui outras modalidades. Esse é o principal ponto: queremos ensinar para os jovens muito mais sobre o real tamanho do clube", declarou Monalysa Sarmento, funcionária do departamento de Patrimônio Histórico do Clube de Regatas do Flamengo.