Libras

Notícias

Judocas rubro-negros encerram treinamento de campo em Pindamonhangaba-SP

Ao todo, cinco atletas do Mais Querido estiveram reunidos durante sete dias com a Seleção Brasileira da modalidade

Por - em
Foto: Divulgação CBJ

Após sete dias de treinos intensos, os atletas rubro-negros encerraram a participação no treinamento de campo da Seleção Brasileira de Judô, realizado em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. Ao todo, cinco judocas do Mais Querido e a treinadora Rosicleia Campos estiveram presentes durante o período de atividades, que serviu de preparação para o Pan-Americano da modalidade, em Guadalajara.

Você pode ajudar a fortalecer os esportes olímpicos do Flamengo e ainda receber vantagens! Acesse o site www.flamengo.com.br/anjo, confira as novidades e torne-se um Anjo da Guarda Rubro-Negro.

Eliza Ramos, Maria Eduarda Diniz, Gabriela Bottino, Kauan Jorge dos Santos e Fellipe Soares representaram o Mengão no encontro, que reuniu mais de 60 atletas. Treinadora principal do judô rubro-negro e coordenadora técnica da equipe brasileira feminina, Rosicleia comentou sobre o período de atividades na cidade paulista.

“Esse treinamento foi voltado para a equipe principal que disputa o Campeonato Pan-Americano do México, que começa nesta semana. Os atletas rubro-negros foram elogiados pela comissão técnica de base da CBJ. Sem dúvidas, esse formato de treinamento torna-se uma vitrine, sendo uma boa oportunidade para os judocas mais jovens mostrarem seu potencial e sua capacidade técnica/tática”, explicou a treinadora, que continuou.

“Fomos muito felizes em termos aplicado um treinamento diferenciado para os atletas que participaram dos treinos em Pindamonhangaba, utilizando uma variação de sistemas energéticos nesse período complicado de pandemia. O resultado foi a melhoria do condicionamento físico, sendo possível suportar o ritmo de treinamento que aplicamos”, concluiu.

A CBJ (Confederação Brasileira de Judô) estuda a realização, em dezembro, de um novo período de treinos em Pindamonhangaba para manter os judocas brasileiros em ritmo de competição, visando a disputa do World Master de Doha, no Catar, previsto para janeiro.


As equipes de judô do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.