Libras

Notícias

Sarah Menezes é convocada para treinamento de campo em Portugal

Judocas da Seleção Brasileira passarão por bateria de exames e testes de identificação de Covid-19

Por - em
A rubro-negra Sarah Menezes foi convocada pela Confederação Brasileira de Judô para dois meses de treinamento de campo em Portugal. Com o restante da equipe nacional, ela embarca no início do mês para Rio Maior, com previsão de chegada para 10 ou 11 de julho. Lá, a delegação não terá contato com pessoas de fora do grupo por alguns dias até seguir para Coimbra, onde deve permanecer até 24 de agosto.

“Acredito muito que a CBJ acertou em cheio ao nos mandar para estes treinos em Portugal, até porque a gente não sabe até quando vai durar essa pandemia. Fiquei muito feliz com a convocação, é um treinamento importante para voltar à forma”, disse Sarah. 

A programação completa da viagem está em fase final de planejamento, segundo a confederação. Antes de embarcar e na chegada à Portugal, a delegação passará por uma série de exames e testes de identificação de Covid-19, além de cumprir as exigências de segurança das autoridades portuguesas durante a estadia. Mesmo confinada há cerca de três meses, Sarah se manteve ativa, cumprindo a programação enviada pelos técnicos do clube e realizando as atividades em casa, no Piauí. 

“A comissão técnica do judô rubro-negro, no início da pandemia, sugeriu meu retorno para Teresina por saber que eu teria condições de utilizar minha residência como um ‘mini centro de treinamento’, além de poder ter o auxílio da família neste momento. Foi uma decisão acertada pois estou à frente de muitas colegas da seleção no que diz respeito ao meu condicionamento físico e técnico. Já estou treinando com kimono, pois tenho dois atletas morando em minha residência desde então”, comentou a judoca, acrescentando. “Retorno para o Rio na próxima semana para dar continuidade ao protocolo de pré-embarque que o clube montou e seguir as orientações da CBJ. Este suporte específico da comissão técnica do Flamengo, do CUIDAR e da Confederação com certeza está sendo um diferencial enorme na busca da vaga para Tóquio."

Sarah Menezes fez história na Olimpíada de Londres 2012 ao conquistar o primeiro ouro feminino para o Brasil na modalidade. A rubro-negra disputou também os Jogos do Rio, em 2016, e segue na briga pela classificação para o Japão. 

As equipes de judô do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.