Libras

Notícias

Flamengo tem seis atletas pré-convocadas para Sul-Americano Juvenil

Meninas do nado rubro-negro já se preparam para competição na Colômbia

Por - em

A primeira competição internacional do nado sincronizado brasileiro após os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro já tem data marcada e o Mais Querido estará representado nas piscinas. O Campeonato Sul-Americano Juvenil e Júnior de Desportos Aquáticos acontecerá no Colômbia, em abril, e seis atletas do Flamengo foram pré-convocadas para o desafio. Laura Micucci, Gabriela Regly e Rafaella Catharino, pela equipe júnior, e Jullia Catharino, Jaddy Milla e Maria Luiza Fonseca, pela equipe juvenil, podem defender o país no evento e já estão se preparando para fazer bonito no torneio.

 

A convocação final para o campeonato – que acontece entre os dias 17 e 30 de abril na cidade de Cali, no Valle del Cauca – será divulgada no próximo sábado (11.03). Apesar de ainda não terem suas participações confirmadas, todas as atletas rubro-negras, que estão treinando atualmente em período integral com a seleção da modalidade, estão ansiosas e dando duro para estarem prontas para a competição.

 

Gabriela Regly, que já participou do Sul-Americano de 2015 e, na ocasião, levou o ouro para casa pela rotina livre por equipes, comentou como está sendo a preparação.

 

"As nossas expectativas são sempre as melhores. Tradicionalmente o Brasil tem bons resultados em Sul-Americanos. Eu faço nado sincronizado há dez anos e, desde então, o país nunca perdeu um título na competição. Nosso objetivo é continuar com esse favoritismo", disse a atleta.

 

A rubro-negra também comentou em como estão as suas expectativas para a competição.

 

"As nossas expectativas são sempre as melhores. Tradicionalmente o Brasil tem bons resultados em Sul-Americanos. Eu faço nado sincronizado há dez anos e, desde então, o país nunca perdeu um título na competição. Nosso objetivo é continuar com esse favoritismo", revelou Gabriela.

 

O Brasil obteve nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro seu melhor resultado na história. A equipe brasileira contou com a presença de duas atletas do Mais Querido, as campeãs brasileiras Lorena Molinos e Maria Clara Lobo.

 

As equipes de nado sincronizado do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.