Libras

Notícias

Lorena Molinos comenta nova fase da carreira

Atleta rubro-negra, que competiu nos Jogos Rio-2016, projeta temporada 2017

Por - em
Essa temporada será diferente para a atleta de nado sincronizado Lorena Molinos. A rubro-negra, destaque nacional na modalidade, pediu dispensa da seleção brasileira este ano e ficará focada exclusivamente nas piscinas do Flamengo. Em papo exclusivo com o Site Oficial do Mais Querido, Lorena contou da nova fase de sua carreira e um pouco dos seus planos pessoais para 2017. A atleta, campeã do Prêmio Brasil Olímpico, em 2013, também avaliou o ano de 2016, em que competiu, em casa, sua primeira olimpíada. Confira:

Ano passado foi um ano olímpico, com excelentes resultados para o nado sincronizado rubro-negro e com o Flamengo consagrado campeão brasileiro na modalidade. Qual foi seu balanço de 2016?
2016 foi um ano maravilhoso para mim, até porque eu consegui realizar meu sonho de competir uma Olimpíada em casa, no meu país. Para mim, esse foi meu maior sonho realizado dentro do esporte. Foi definitivamente o ano mais importante da minha carreira.

E 2017? Quais são suas expectativas para este ano?
2017 vai ser um ano mais tranquilo, por eu não estar conciliando duas equipes. Mas quero continuar treinando forte. Quero incentivar minhas companheiras de equipe do Flamengo mais novinhas a também treinarem forte, a também correr atrás dos sonhos delas. Eu vou competir todas as competições que o clube for entrar, independentemente de ser nacional ou internacional. A carga horária, em comparação ao ano passado, vai ser mais tranquila, mas eu estou sempre dando meu 100%.

Algum plano especial fora das piscinas para este ano?
Eu quero terminar minha faculdade de odontologia, que durante o último ciclo olímpico ficou parada. É uma coisa que eu gosto muito de fazer e eu quero realmente me formar logo. Com os treinos da seleção estava muito difícil de conciliar as aulas. Então acredito que daqui para frente eu vou focar em terminar minha faculdade e me dedicar exclusivamente aos treinos junto à minha equipe do Flamengo.

Você ficará de fora da seleção brasileira em 2017. Você está se aposentando da equipe ou é apenas uma pausa?
A princípio é uma aposentadoria, mas nunca se sabe. No final do ano, dependendo de como tudo correr, posso mudar de ideia e querer voltar para seleção. 

Lorena é atleta do Flamengo desde os nove anos de idade e compete pelo Mais Querido desde os 13. A atleta, hoje com 25 anos, levou três ouros e uma prata para o Rubro-Negro no último Campeonato Brasileiro. Em 2016, a rubro-negra foi novamente indicada pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos como uma dos três destaques nacionais da modalidade, concorrendo novamente ao Prêmio Brasil Olímpico.

As equipes de nado sincronizado do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.