Libras

Notícias

Cielo estreia em grande estilo pelo Fla

Campeão olímpico e recordista mundial dos 50m livre, Cesar não decepciona no Troféu Maria Lenk

Por - em

Os súditos rubro-negros tiveram, na noite desta segunda-feira, o prazer de ver uma exibição digna de seu Imperador das Piscinas. Em sua primeira competição vestindo as cores do Flamengo, Cesar Cielo não decepcionou e fez os 50 m livre em 22s38, a marca mais rápida de todas as seis séries do primeiro dia do Troféu Maria Lenk, que está sendo disputado na Unisanta, em Santos. Cielo também nadou o revezamento e ainda vai disputar os 100 m livre e os 50 m borboleta na competição, que prossegue até domingo.

\

O campeão olímpico, mundial e recordista mundial da modalidade foi seguido por Bruno Fratus, que fez o segundo tempo das eliminatórias, com 22s70, e pelo também rubro-negro Nicholas dos Santos, com 22s84. Os 16 melhores tempos passaram para as semifinais da competição, nesta terça-feira, a partir das 10 horas. Cielo vai nadar na segunda série, na raia 4, ao lado de Nicholas dos Santos. A final dos 50 m está programada para quarta-feira, também a partir das 10 horas.

\

"Foi tranquilo, não fiz muita força não. Na verdade, estou pesado nesta fase da temporada. Estou treinando dentro da competição. Foi a primeira caída na água, apenas para quebrar o gelo. Na quarta-feira, aí sim, vou colocar força total na final. Nadei melhor do que nos Grand Prix (Austin e Columbus), mas ainda não estou no meu melhor do ano. A partir de agosto vou começar a nadar para fazer tempo" , disse Cesar Cielo.

\

Os dois nadadores disputaram ainda a série fraca do revezamento 4 x 50 m livre com o Flamengo. O time teve Nicholas dos Santos, Cesar Cielo, Ramom Melo e Thiago Sickert e conseguiu a marca de 1min29s91, a melhor da bateria. Os quartetos do Curitibano e do Grêmio Náutico União terminaram em segundo (1m35s75) e terceiro (1m38s08), respectivamente. A classificação final da prova, no entanto, ainda depende da disputa da série forte.

\

Nas provas de 200m peito, Henrique Barbosa, também em sua estréia pelo Flamengo, passou à final, que será disputada na manhã desta terça-feira, com a marca mais baixa (2m12s31).