Libras

Notícias

Flamengo conquista seis medalhas nos primeiros dias do Troféu José Finkel

Daiene Dias e Bárbora Závadova foram responsáveis pelos dois ouros do Mais Querido

Por - em
As meninas do Flamengo vêm fazendo bonito no Troféu José Finkel de Natação. Na piscina do Esporte Clube Pinheiros, em São Paulo, as rubro-negras foram responsáveis pelas seis medalhas do Mais Querido na competição até agora. O Rubro-Negro conquistou dois ouros, três pratas e um bronze no campeonato, que continua nesta segunda-feira (27).

Daiene Dias abriu o quadro de medalhas para o Flamengo na sexta-feira (24), ao vencer a final dos 100m Borboleta com o tempo de 00:56.91, após se classificar com 00:58.55 no balizamento. No sábado (25), nos 200m Medley, a tcheca Barbora Závadova conquistou mais um ouro para o Flamengo ao nadar em 02:11.10. Nathália Almeida terminou a mesma prova na terceira colocação, com o tempo de 02:11.41, mas garantiu a medalha de prata entre as brasileiras da disputa.

Ainda no sábado (25), Duane Rocha nadou a prova dos 200m Costas em 02:07.57, terminando na segunda colocação. A rubro-negra subiu novamente ao pódio nos 4x200m Livre, acompanhada por Barbora, Naná e Carolina Athayde, que completaram a equipe medalha de bronze. No domingo (26), Carolina ainda conquistou a prata nos 200m Borboleta com o tempo de 02:10.55. Aos 33 anos, a nadadora se divide entre a vida de atleta e treinadora, no comando da equipe Mirim do Mais Querido.

A competição continua nesta segunda-feira (27) com as provas de 400m Medley, 50m Borboleta, 200m Livre e 100m Costas. As eliminatórias acontecem pela manhã, enquanto as finais serão realizadas na parte da tarde. Na terça-feira (28), último dia de competições, os nadadores entram em ação nos 200m Peito, 50m Livre, 800m Livre, 1.500m Livre, 100m Medley e nos 4x100m 4 Estilos. 

As equipes de natação do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Furnas, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.