Libras

Notícias

Flamengo conquista o bronze no Brasil Open Feminino de Polo Aquático 2020

Competição foi realizada no clube ABDA, em Bauru-SP, entre os dias 18 e 22 de novembro

Por - em

As equipes rubro-negras feminina e masculina de polo aquático encerraram a participação no Brasil Open da modalidade, que foi realizado entre os dias 18 e 22 de novembro no clube ABDA, em Bauru-SP. As Meninas da Gávea conquistaram um bom resultado e garantiram a medalha de bronze. Vale lembrar que o torneio foi o primeiro desde a paralisação devido à pandemia da Covid-19.

Foto: Caio Souza/On Board Sports

Você pode ajudar a fortalecer os esportes olímpicos do Flamengo e ainda receber vantagens! Acesse o site www.flamengo.com.br/anjo, confira as novidades e torne-se um Anjo da Guarda Rubro-Negro.

No naipe feminino, logo na primeira rodada, o Rubro-Negro protagonizou o duelo mais acirrado e empatou em 12 a 12 com a ABDA. No segundo jogo, as Meninas da Gávea mandaram bem e venceram o Sesi-SP por 12 a 8. Na sequência, o Mais Querido acabou superado pelo Pinheiros por 14 a 5. No último duelo da fase de classificação, o Mengão aplicou uma goleada sobre o Tijuca por 21 a 7. Na disputa do terceiro lugar, o Fla venceu o SESI-SP por 14 a 8 e ficou com o bronze

“A competição foi ótima. Infelizmente não conseguimos chegar à final, mas na disputa pelo bronze, fomos para dentro e conquistamos a vitória. Estou muito feliz com esse resultado”, afirmou Samantha Rezende, capitã da equipe feminina.

Já na disputa do masculino, o time rubro-negro venceu a Sociedade Hípica de Bauru pelo placar de 12 a 8 e estreou com o pé direito na competição. Ainda no primeiro dia, o Mais Querido voltou à piscina e ficou no empate em 6 a 6 com o Clube Paineiras do Morumby. Com o resultado da chave, o Flamengo se classificou diretamente para a semifinal contra o Pinheiros, mas acabou superado por 11 a 9 em um jogo bastante acirrado. O time da Gávea foi para a disputa do bronze, mas acabou sendo derrotado pelo Fluminense por 13 a 10.


As equipes de polo aquático do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Estácio, Furnas e Rede D’or  – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.