Libras

Notícias

Flamengo conquista o bronze no Campeonato Brasileiro Interclubes Sub 17

Equipe masculina de polo aquático enfrentou o Tijuca T.C. na disputa pelo terceiro lugar

Por - em
A equipe masculina de polo aquático do Flamengo conquistou a medalha de bronze no Campeonato Brasileiro Interclubes Sub 17, neste domingo (13). Na sede da Hebraica, em São Paulo, o Rubro-Negro derrotou o Tijuca Tênis Clube por 10 a 8 na disputa pela terceira colocação.

O Mais Querido estreou no torneio na última quarta-feira, vencendo o Sesi Vila Leopoldina, por 12 a 7, pelo Grupo A da competição. No dia seguinte, a vitória por 14 a 7 sobre o Botafogo rendeu ao Flamengo a classificação para as quartas de final e o primeiro lugar da chave. Com o placar de 5 a 4 em cima da Sociedade Hípica Bauruense, os rubro-negros se garantiram na semifinal, disputada no sábado (12). Após jogo equilibrado com a Associação Bauruense de Desportos Aquáticos, o Mais Querido sofreu o revés, perdendo por um gol de diferença, com o placar final de 10 a 9. Na disputa pelo bronze, a grande atuação do Mais Querido rendeu a medalha, comemorada pelo técnico George Chaia. 

“Fiquei muito orgulhoso com o desempenho dos nossos garotos, foram muito dedicados na defesa e muito inteligentes no ataque, com destaque para o nosso centro, Alípio, nosso marcador, Careli, e o goleiro Caio. Foi uma bela campanha do Flamengo, nossa única derrota foi para o campeão (ABDA) por 10 a 9, em um jogo em que passamos todo na frente e tomamos a virada faltando 1 segundo”, comentou o treinador.

O rubro-negro Alípio foi, inclusive, eleito seleção do campeonato. A equipe Sub 20 é próxima categoria a entrar em ação pelo Campeonato Brasileiro Interclubes de Polo Aquático, a partir do dia 30 de maio, ainda sem local definido. 

As equipes de polo aquático do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.