Libras

Notícias

Illana Pinheiro exalta o grupo em premiações individuais no polo aquático

Atleta rubro-negra figura constantemente entre as melhores jogadoras das competições

Por - em
Artilheira, seleção do campeonato e MVP. Três títulos difíceis de conquistar em qualquer competição. Ao mesmo tempo ainda, vira tarefa quase impossível, mas não para Illana Pinheiro. A atacante do polo aquático rubro-negro foi eleita, nas duas últimas edições da Liga Nacional, seleção da competição e melhor jogadora, além de ser a atleta que mais marcou gols no torneio. Ela sagrou-se também campeã com a equipe rubro-negra nas duas oportunidades.

“Fico sempre muito feliz de poder receber um prêmio individual, mas sempre digo que o prêmio é do time todo. É sempre uma honra. Eu amo o polo aquático e amo esporte, tento sempre dar o meu melhor em tudo. Minha meta é sempre ultrapassar os meus limites”, afirmou a rubro-negra.

No Brasil Open, onde o Flamengo conquistou a medalha de bronze, em São Paulo na última semana, Illana conquistou dois títulos novamente: seleção do campeonato e artilheira, com 20 gols marcados. Em dezembro, em conversa com a Fla TV após o bicampeonato da Liga PAB, ela dividiu novamente os créditos com as companheiras e comissão.

“Eu digo que essas conquistas são individuais, mas na verdade eu preciso do meu grupo inteiro. Eu não ganharia nada disso se não fosse o meu time, então eu sempre agradeço muito à minha equipe, ao meu técnico, ao meu preparador, porque eu acho que envolve muita gente por trás disso”, afirmou. 

Em 2015, na campanha que rendeu a medalha de ouro para o Rubro-Negro no torneio Olga Pinciroli, principal campeonato brasileiro do ano, ela também foi a artilheira com nove gols. No Flamengo desde os 6 anos de idade, a atleta migrou da natação para o polo aquático aos 16. Desde então, ela acumula títulos estaduais e nacionais pelo Mais Querido, coletivos e individuais. Para completar, em março ela recebeu o Prêmio Brasil Olímpico, o mais importante das modalidades olímpicas no país, como a melhor atleta de polo aquático na última temporada.

Ainda que se destaque continuamente nas piscinas do país, Illana já começou a pensar no próximo passo. Formada em Educação Física, ela assumiu o cargo de treinadora no Flamengo, conciliando as duas profissões. E muito bem, por sinal. Em abril, ela foi convocada para a Seleção Brasileiro da modalidade para atuar, não como atleta, mas como auxiliar técnica. Illana vai exercer a função no Campeonato Mundial Sub-18 Feminino, em Belgrado, na Sérvia, a partir do dia 27 de agosto. 

Como jogadora, Illana ainda tem pela frente a disputa da Liga PAB, principal competição nacional do segundo semestre, com início marcado para 12 de outubro.  A atleta e o restante da equipe rubro-negra vão em busca do tricampeonato. 

As equipes de polo aquático do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.