Libras

Notícias

Quatro craques do polo aquático reforçam a equipe feminina do Mengão

Mirella Coutinho, Julia Simões, Rafaella Christiny e Giovana Barbosa defendem a Seleção Brasileira e somam títulos internacionais

Por - em

Tem caras novas nas piscinas da Gávea! Mirella Coutinho, Julia Simões, Rafaella Christiny e Giovana Barbosa se juntam à equipe rubro-negra de polo aquático. As atletas chegam para fortalecer o Mais Querido e ajudar a buscar o pentacampeonato brasileiro, um dos principais objetivos da temporada, sob o comando do treinador Antonio Canetti. Em 2019, o Flamengo conquistou a medalha de prata na competição após decisão nos pênaltis contra o Pinheiros. 

Aos 25 anos, Mirella Coutinho já passou mais da metade de sua vida defendendo a Seleção Brasileira. Desde os 12, ela veste o verde e amarelo, tendo passado pelas categorias Juvenil e Júnior até que, com apenas 14 anos, estreou na Sênior, integrando a equipe até hoje. No time adulto do Brasil, já conquistou o tetracampeonato sul-americano, três medalhas de bronze nos Jogos Pan-Americanos e participou de dois Mundiais. Em clubes, foi artilheira do Campeonato Paulista e vice-artilheira do Brasileiro em 2019. Agora, ela quer ajudar o Rubro-Negro a conquistar o título nacional.

“Sempre simpatizei muito com o Flamengo e, principalmente, com o técnico Antônio Canetti,  que foi meu treinador em muitas seleções juniores e sempre nos demos muito bem. A minha expectativa pra esse ano é conseguir colaborar ao máximo para o Flamengo ser campeão brasileiro”, disse a atacante. 

Nascida em 2002, Julia Simões também iniciou cedo a carreira na Seleção Brasileira. Já são cinco convocações para a jogadora, que é tricampeã sul-americana, tendo sido a goleira menos vazada em uma das competições. Ela já disputou também um Mundial e um Pan-Americano de Polo Aquático. 

“Eu decidi treinar no Flamengo esse ano pois o clube tem uma estrutura muito boa e é daqui que saem os melhores atletas”, disse Julia. “Ainda pretendo ganhar muitos títulos pelo Rubro-Negro e pela seleção”.

Rafaella Christiny, de 20 anos, é mais uma campeã sul-americana a integrar a equipe da Gávea. Em 2017, ela conquistou o título da competição para o Brasil na categoria Sub-18. A jogadora, que atua como centro, tem também o ouro do Campeonato Estadual. 

“Nos últimos anos, o Flamengo vem sendo um dos únicos clubes que possuem uma estrutura para atletas de alto nível e um suporte enorme para o desenvolvimento. Minha expectativa para esse ano é conquistar títulos, desenvolver e aumentar meu desempenho dentro d’água”, comentou Rafaella.

Giovana Barbosa é atacante e defende a Seleção Brasileira desde 2016. Aos 18 anos, ela já tem no currículo o título sul-americano Sub-17, a prata no Pan-Americano Sub-19 e dois ouros no Carioca. Em 2019, ela disputou o Campeonato Mundial Júnior defendendo o verde e amarelo. 

“O Flamengo é um clube muito bom, com uma estrutura melhor ainda e uma ótima equipe que me recebeu super bem. Eu vim para somar e ajudar no que puder. Pretendo treinar bastante para pegar pódio em todos os campeonatos”, garantiu.

As equipes de polo aquático do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Estácio, Furnas e Rede D’or  – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.