Libras

Notícias

Rafael Hall analisa sua primeira temporada como treinador do polo aquático rubro-negro

Técnico retornou ao Mais Querido em 2019 após cinco anos

Por - em


Após cinco anos longe do Flamengo, o treinador Rafael Hall retornou ao clube em fevereiro de 2019 para dar início a um trabalho de reestruturação nas categorias de base do polo aquático rubro-negro. Além do Mais Querido, o técnico também comanda as equipes Sub-16 e Sub-19 da Seleção Brasileira, acumulando uma vasta experiência na função de revelar novos talentos para a modalidade.

Hall considera que obteve um saldo positivo neste primeiro ano à frente dos jovens talentos da Gávea.

“Foi uma temporada bastante positiva, conseguimos dar uma boa alavancada nas categorias de base do Flamengo. Após alguns anos, ficamos em primeiro lugar e conquistamos o Troféu Eficiência de polo aquático, prêmio que valoriza o trabalho coletivo. De certa forma, conseguimos reestruturar a modalidade e botar o Rubro-Negro nas primeiras colocações por mais alguns anos, porque nossa base vem forte, principalmente o Sub-14”, disse o treinador, que continuou.

“Enfim, todas as categorias de base até o Sub-18 ficaram entre as três primeiras posições, conquistando medalhas em todas as competições. O saldo foi muito positivo e agora é continuar subindo de degrau a degrau em busca do topo. Nós estamos remando nestas categorias, que acabaram sendo fundamentais para a nossa pontuação geral na conquista do Troféu Eficiência”, finalizou.

As equipes rubro-negras retornam aos treinos no começo de fevereiro e iniciam a preparação visando as competições da temporada 2020. Vale ressaltar que alguns atletas já estão treinando no clube com o técnico Rafael Hall.


As equipes de polo aquático do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Estácio e Rede D’or  – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.