Libras

Notícias

Rubro-negros são campeões do Sul-Americano Juvenil Masculino e Feminino de Polo Aquático

No Chile, Seleção Brasileira venceu a Argentina nas finais de ambos os naipes

Por - em

É campeão! As equipes masculina e feminina do Brasil de polo aquático conquistaram mais dois títulos importantes, com participação fundamental de cinco rubro-negros. Lucas Romangueira, Felipe Ferreira, Alípio Nardaci e Jeniffer Pereira, além da treinadora Illana Pinheiro, que atuou como auxiliar-técnica da equipe feminina, integraram os times brasileiros campeões do Sul-Americano Juvenil, encerrado no último sábado (13), em Iquique, no Chile. A Seleção nacional venceu a Argentina na final nos dois naipes.

Na grande decisão, as meninas do Brasil controlaram a partida contra as hermanas durante todos os períodos. Logo no primeiro quarto, as brasileiras já abriram vantagem de 3 a 1. No segundo, conseguiram ampliar ainda mais para 7 a 1 e, no terceiro quarto, mais quatro gols: 11 a 2. No último e decisivo tempo, a equipe nacional arrematou o jogo por 13 a 2 e comemorou o título. 

Esta foi a primeira conquista da rubro-negra Jeniffer à nível internacional. A menina da Gávea, que terminou a competição com cinco gols marcados, falou sobre a sua primeira participação internacional representando o Brasil.

“Fiquei muito feliz com o título. No começo do campeonato, senti um pouco de nervosismo, o que é normal quando se trata de uma estreia pela Seleção Brasileira, mas depois me entrosei rapidamente com as meninas e consegui ajudar a equipe em mais esta conquista”, destacou a central do Mais Querido.

No masculino, o jogo foi mais apertado. O primeiro quarto terminou empatado em 1 a 1. No segundo, os argentinos levaram a melhor: 6 a 3. O Brasil voltou para o terceiro tempo mais ligado na defesa e aproveitando as oportunidades no ataque: 6 a 5. No quarto final, mais dois gols para os brasileiros e um para os argentinos, terminando a partida com tudo igual no placar. Nos pênaltis, o Brasil bateu a Argentina por 5 a 4 e ficou com o título sul-americano.


As equipes de polo aquático do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Estácio e Rede D’or  – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.