Libras

Notícias

Rubro-negros são convocados para o Sul-Americano Juvenil de Polo Aquático

Quatro atletas do Mais Querido integram a Seleção Brasileira em competição no Chile

Por - em
O excelente trabalho desenvolvido nas categorias de base do polo aquático rubro-negro vem chamando a atenção da Seleção Brasileira, tanto no naipe masculino quanto no feminino. Na última semana, quatro atletas do Mais Querido foram convocados para o Campeonato Sul-Americano Juvenil da modalidade, que acontece entre os dias 9 e 13 de abril, em Santiago, no Chile. Lucas Romaguera, Felipe Ferreira, Alípio Nardaci e Jennifer Pereira integram as equipes nacionais Sub-18 que vão em busca de mais títulos para o Brasil.

Apesar de fazer parte do time rubro-negro Sub-18, em novembro do ano passado, Alípio Nardaci foi chamado para compor o elenco campeão estadual Sub-20, que derrotou o Fluminense pelo placar de 13 a 3 em partida realizada nas Laranjeiras. Já Lucas Romaguera e Felipe Ferreira chegaram ao Mais Querido nesta temporada para reforçar ainda mais os times de base do clube. Representante da equipe feminina, Jennifer Pereira foi campeã estadual Sub-15 pelo Rubro-Negro, sendo a artilheira e MVP da competição.


Convocados para representar a equipe nacional, os meninos da Gávea sonham em conquistar títulos pelo Brasil. George Chaia, técnico dos times masculinos do polo aquático rubro-negro, falou sobre as convocações.

“O Flamengo, com esses quatro atletas convocados para a Seleção Brasileira, só mostra a força do clube nas categorias de base e prova que estamos no caminho certo. Agora, temos que continuar trabalhando forte para que eles se desenvolvam cada vez mais e possam chegar bem preparados no time principal. Para nós, é muito importante a convocação desses meninos porque eles passam a ser referências para outros atletas dentro do clube e no esporte nós precisamos de ídolos para sobreviver, então todos os garotos mais novos vão querer ser o espelho deles e chegar aonde eles estão chegando”, explicou Chaia.

Em nome dos outros dois companheiros de equipe e, agora, de Seleção, Lucas comentou sobre a convocação e a oportunidade de representar o Brasil na competição sul-americana.

“A expectativa para este torneio é a melhor possível. Nós queremos agradecer a todos os técnicos e preparadores físicos do clube e, principalmente, ao Flamengo por estar nos proporcionando essa estrutura incrível. Com relação a ser referência para os mais novos, é mais uma motivação para eles que se espelham na gente e é só você acreditar em si mesmo, trabalhar duro que os resultados vão chegar naturalmente, não tem outra alternativa”, disse o marcador de centro rubro-negro, que continuou.

“Pelo Mais Querido, como estou treinando também com o time adulto, a principal competição é o Brasil Open, e logo após será a Liga Nacional. Vamos com tudo para defender o Flamengo da melhor maneira possível”, finalizou.

A central rubro-negra Jennifer Pereira, que foi chamada pela primeira vez para a equipe brasileira, também falou sobre esse momento especial que está vivendo. 

“Essa foi a minha primeira convocação e estou muito feliz em poder representar o Flamengo nesta competição. Quero me dedicar ao máximo para poder ser lembrada outras vezes. Vou representar a seleção no Sub-18, que não é a minha categoria, pois atuo no Sub-16. Espero marcar muitos gols, fazer tudo o que o treinador pedir e tentar evoluir ao máximo nesta oportunidade”, disse a rubro-negra.

Pensando no desenvolvimento das categorias de base do Flamengo, o clube contratou mais um treinador para os jovens atletas. Em fevereiro, Rafael Hall foi apresentado. O ex-atleta do Mais Querido é também o comandante das Seleções Brasileiras Sub-16 e Sub-19.


As equipes de polo aquático do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – AmBev, Estácio e Rede D’or  – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR), além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.