Libras

Notícias

Flamengo homenageia atletas e técnico rubro-negros que competiram na Paralimpíada de Tóquio

Diana Barcelos, Michel Pessanha e Fred Mallrich, do remo paralímpico, receberam placas e Mantos personalizados na Sede Náutica do clube, na Lagoa

Por - em
Após uma honrosa participação nos Jogos Paralímpicos de Tóquio neste ano, os atletas e técnico rubro-negros que representaram o Brasil na competição receberam uma merecida homenagem na Sede Náutica do clube, na Lagoa.

Na manhã desta quarta-feira (20), os remadores paralímpicos Diana Barcelos e Michel Pessanha e o técnico deles no Flamengo e na Seleção Brasileira receberam, das mãos de Paulo Macario e Marcello Varriale, coordenador e gerente da modalidade no clube, uma placa e um Manto Sagrado personalizado.

Paulo Macario, Diana Barcelos, Michel Pessanha, Fred Mallrich e Marcello Varriale (Foto: Gilvan de Souza/ CRF)

“Foi uma experiência única em um ano de muita dificuldade, devido à pandemia, mas o nosso trabalho não parou. Ir para uma Paralimpíada no meio de um momento como esse é uma experiência para a vida, você vê a grandeza de representar o Brasil e o Flamengo, onde minha história começou. Sou muito grato”, disse Michel Pessanha, seguido por Diana Barcelos.

“Participar de uma Paralimpíada foi o ponto máximo de um sonho que começou em 2016. Para mim foi muito emocionante. E, além de tudo, sendo atleta do Flamengo e representando o Brasil... fechei o ciclo paralímpico com chave de ouro”, disse a atleta.

Já o técnico Fred Mallrich valorizou toda a dedicação dos remadores. “Eles se superam a cada dia. Treinar, conquistar é muito difícil. Em Tóquio foi uma superação, disputamos em alto nível contra grandes seleções, e agora vamos treinar para Paris para representar o Brasil e o Flamengo da melhor forma possível”, encerrou.

O canoísta Caio Ribeiro, que também defende as cores do clube, representou o país em Tóquio e foi medalhista de bronze na Rio-2016, não pôde estar presente no encontro, mas, é claro, também foi lembrado.

As equipes de remo e canoagem do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.