Libras

Notícias

FlaRemo garante o título da 4ª Regata Estadual

Mais Querido somou 105 pontos neste domingo (12), na Lagoa, e segue invicto na competição

Por - em

Mengão no topo! O Mais Querido conquistou 10 medalhas na 4ª Regata Estadual neste domingo (12), na Lagoa Rodrigo de Freitas. Foram 4 ouros, 3 pratas e 3 bronzes para os remadores rubro-negros. Com 105 pontos, o FlaRemo venceu a etapa e segue invicto na competição.


Na primeira regata, em maio, o Flamengo garantiu 13 medalhas em dez provas, sendo seis ouros, cinco pratas e dois bronzes. Menos de um mês depois, os remadores rubro-negros levantaram a taça ao somarem 115 pontos, subindo em 10 pódios. Com cinco ouros, três pratas e quatro bronzes, o Mais Querido fez 108 pontos na 3ª Regata.


A próxima etapa do Campeonato Estadual será disputada no dia 31 de outubro, novamente na Lagoa. Diferentemente dos anos anteriores, a competição, em 2021, é realizada em seis regatas. A última está marcada para o dia 28 de novembro.


Confira as medalhas do Mais Querido na 4ª Regata:


Single Skiff Peso Leve Feminino


Vanessa Cozzi - ouro

Isabelle Falck - bronze


4 Sem Junior


Robson Radmann - prata

João Vitor Lopes

Nikolas Duarte

Arthur Veiga


Four Skiff Juvenil Masculino


Lucas Ramos - ouro 

Pedro Corrêa

Jorge Eduardo Vieira

Luiz José Vieira


Double Skiff Juvenil Feminino


Ketellyn Vitória Gomes - ouro

Camilly Cavalcanti


Yasmin Viana - bronze

Maria Beatriz Gaspar


Double Skiff Peso Leve S23 Feminino


Alice Andrelino - prata

Joyce Emily Silva


Single Skiff Junior B


Juan Batista - bronze


Double Skiff Aberta Feminino


Isabelle Falck - prata

Sofia Ibarguren


Oito Com Junior


Robson Radmann - ouro

João Vitor Lopes

Nikolas Duarte

Arthur Veiga

Victor Vieira

Gustavo Lima

Pedro Henrique Paes

João Gabriel Bertho

Marcello Oliveira


As equipes de remo e canoagem do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.