Libras

Notícias

Remadores rubro-negros são convocados para o Sul-Americano

Ao todo, 22 atletas do Mais Querido disputarão a competição no Paraguai, em dezembro

Por - em

O remo rubro-negro segue como referência na modalidade além das fronteiras do país. Dezesseis atletas do Mais Querido foram convocados para a Seleção Brasileira que disputará o Sul-Americano e outros seis, que venceram a seletiva mas não conseguiram bater o índice, serão enviados pelo Flamengo. Ao todo, o FlaRemo terá, então, 22 remadores em Assunção, no Paraguai, sendo o clube com mais representantes. A competição acontece entre 17 e 19 de dezembro.


Você pode ajudara fortalecer os esportes olímpicos do Flamengo e ainda receber vantagens!Acesse o site www.flamengo.com.br/anjo, confira as novidades etorne-se um Anjo da Guarda Rubro-Negro.


Um dos destaques da delegação é Maria do Carmo Furhmann. No Campeonato Brasileiro, realizado em setembro, a rubro-negra foi a maior medalhista de ouro, com nada menos do que sete douradas. Ela subiu ao topo do pódio em todas as provas que disputou. Isabelle Falck, com a mesma quantidade de medalhas, garantiu quatro ouros, duas pratas e um bronze.


Além das duas remadoras, a atleta olímpica Vanessa Cozzi, Shaiane Ucker, Milena Viana, Mariana Funari e Agnes Nadine completam a força feminina entre as convocadas pela Seleção. Pelos homens, David Faria, Evaldo Becker, Piedro Tuchtenhagen, Robson Radmann, Fábio Moreira, Alef Fontoura, Matheus Freitas, e os medalhistas mundiais Vangelys Reinke e Emanuel Borges, conseguiram o índice para representar o país na disputa.

As equipes de remo e canoagem do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé.