Libras

Notícias

Em jogo bastante equilibrado, Flamengo Sub-20 perde no tie-break para Bluvôlei na Superliga B

Partida válida pela sétima rodada foi disputada neste sábado (5), na Gávea

Por - em

Foto: Gilvan de Souza / CRF

Em partida muito disputada, a equipe Sub-20 do Flamengo foi superada pelo Bluvôlei por 3 sets a 2 - parciais de 18/25, 25/18, 25/22, 20/25 e 11/15, em jogo válido pela sétima rodada da Superliga B, no ginásio Hélio Mauricio, na Gávea.

A penúltima rodada da fase classificatória será no próximo sábado (12/03) contra o Sesi/SP, em Bauru. O Flamengo segue em quinto na classificação.

Apesar da derrota, o técnico Jacques Araújo elogiou o desempenho da equipe:

“Temos um time muito novo que jogou de igual para igual contra uma equipe adulta. Todas se apresentaram muito bem em quadra, mostraram garra, mas tivemos um apagão no quarto set.  Seguimos trabalhando e vamos em busca da nossa classificação”, disse o treinador.

O jogo
O Flamengo começou a partida errando mais do que o normal, permitindo que as adversárias abrissem vantagem no marcador. No decorrer do período, chegou a encostar no placar 18/19 mas voltou a cometer erros e foi superado por 18/25.

No segundo set, o Flamengo imprimiu um ritmo mais forte fazendo 4/1 e depois 11/8 com um ace de Adria. O saque passou a funcionar, o que quebrou o passe da equipe de Blumenau.

Aline e Helena voltaram virar as bolas e as rubro-negras abriram 21/15 para fechar em 25/18 em um erro do Bluvôlei.

A terceira parcial seguiu o mesmo ritmo. As Meninas da Gávea mantiveram a concentração, abriram 10/5 e depois 16/11 com um ace de Aline Segato. A equipe catarinense reagiu e chegou a encostar no placar 20/19. Mas com uma pancada de Manu na diagonal, o Flamengo fez 24/20 e fechou 25/22 em um erro de saque adversário.

Precisando se arriscar mais, o Bluvolei veio para o tudo ou nada. Arriscando muito mais no quarto set, abriram 3/8 e depois 6/13.


O técnico Jacques Araujo colocou Amandinha e Aninha em quadra e a equipe chegou reagir mas não o suficiente para impedir o tie-break.

No set decisivo, a levantadora Helô abriu o marcador com um ace e depois Manu marcou 3 a 0. O jogo estava empatado em 5 a 5 mas a equipe rubro-negra cometeu uma série de erros dando liberdade para o Bluvolei abrir 6/11 e fechar em 11/15.